Barra Urgente

Barra Urgente


Resultado da busca pela categoria "mundo"

Número de imigrantes mortos cresce 26% e chega a mais de 4 mil em todo mundo

Domingo | 07.08.2016 | 14h01


(Foto: Reprodução)

O número de imigrantes mortos nos sete primeiros meses do ano chegou a 4.027, segundo dados divulgados pela Organização Internacional para as Migrações (OIM) nesta terça-feira (2). O valor para o mesmo período de 2015 foi de 2.991, o que representa um aumento de 26%. Mais de três quartos das fatalidades registradas em 2016 (3.120) aconteceram no Mar Mediterrâneo, contra 60% no ano passado. Ainda de acordo com a OIM, 257.186 migrantes chegaram à Europa nos primeiros sete meses deste ano, sendo que a maioria chegou pela Grécia e pela Itália. Este último país também é o destino mais perigoso, segundo o relatório. Das mais de 4 mil mortes, 2.692 foram de pessoas que tentavam chegar até a Itália.

Autor de ataque em Munique agiu sozinho e não tem ligação com Estado Islâmico, diz polícia

Domingo | 24.07.2016 | 09h06


Neste sábado (23), o chefe da Polícia de Munique, Hubertus Andrae, disse que não há razões para acreditar que o suspeito por trás do tiroteio de Munique, que na última sexta (22), abriu fogo indiscriminadamente contra pessoas nas imediações de um movimentado shopping na cidade alemã, estivesse ligado ao grupo extremista Daesh. Em entrevista coletiva, Hubertus Andrae afirmou que “o atirador tinha 18 anos, nasceu e cresceu em Munique e era um aluno da escola. Uma busca foi conduzida no seu apartamento e no quarto onde ele morava. A busca não identificou nenhuma ligação ao Daesh [Estado Islâmico]”. “Não há indicações de que, além do criminoso que cometeu suicídio, houvesse outras pessoas envolvidas nos acontecimentos da sexta-feira (22). Do nosso ponto de vista, está claro que estamos lidando com um lobo solitário”, acrescentou. Segundo a agência Sputnik Brasil, o chefe da polícia frisou que o ataque não tem relação com a questão dos migrantes. “No total, 10 pessoas foram mortas e 27 ficaram feridas, incluindo um adolescente que sofreu ferimentos graves”, disse Hubertus aos jornalistas na entrevista coletiva. O chefe de polícia estadual disse ainda que o atirador não tinha licença para o porte de arma e que carregava uma pistola Glock usada. O atirador suspeito também tinha 300 munições em uma mochila.

Grupo de apoio a terroristas associa ataque na Alemanha às Olimpíadas

Sábado | 23.07.2016 | 16h03


(Foto: Reprodução)

Grupos simpatizantes ao Estado Islâmico (EI, ex-Isis) trocaram mensagens através da rede de conversas Telegram afirmando que o ataque ocorrido em um shopping de Munique, na Alemanha, é uma espécie de "prévia" do que está por vir nos Jogos Olímpicos do Rio de Janeiro. Testemunhas contaram à Polícia de Munique que "ao menos três homens armados" invadiram o shopping OEZ na hora do tiroteio. Segundo as autoridades locais, o incidente começou por às 17h50 (hora local) e há uma busca por supostos foragidos. "Perante a confusa situação, nós pedimos às pessoas na área metropolitana para ficar em casa e quem estiver próximo à prédios, busque proteção ali”, diz em nota a Polícia. Para evitar mais problemas, o transporte público foi suspenso e estações do metrô foram evacuadas e fechadas. Um porta-voz da polícia de Munique confirmou que ao menos seis pessoas morreram no ataque a um shopping em Munique, na Alemanha. Há ainda diversos feridos sendo atendidos em hospitais locais. Segundo o representante, há "muitos, muitos policiais" nas ruas na caça aos possíveis suspeitos que fugiram do local após matarem as vítimas. A polícia ainda procura por esses homens, que testemunhas afirmaram ser três, e não efetuou ainda nenhuma prisão. 

Mundo: Tiroteio em Munique deixa pelo menos seis mortos; polícia ainda procura atiradores

Sexta | 22.07.2016 | 18h04


(Foto: Reprodução)

O tiroteio em Munique na Alemanha deixou pelo menos seis mortos e diversos feridos, de acordo com informações da polícia local. Os disparos começaram em ruas próximas ao shopping Olympia e tiveram sequência dentro do centro comercial por volta de 18h, no horário local. Testemunhas relatam que três pessoas deram início aos disparos e a polícia ainda faz buscas pelos criminosos. Efetivos se deslocaram de outras cidades para apoiar a operação. As autoridades pediram que os moradores não fiquem nas ruas e não deixem suas casas. A operação de todo o sistema de transporte da cidade foi suspensa. Na última segunda-feira (18), um afegão de 17 anos fez um ataque com um machado e uma faca em um trem na cidade de Wurzburg, também no estado da Baviera, e deixou quatro feridos. Ele foi baleado e morto pela polícia. Usuários de redes sociais publicaram vídeos do tiroteio. 

Mundo tem 2,5 milhões de novos casos de HIV por ano, diz estudo

Quarta | 20.07.2016 | 07h00


(Foto: Reprodução)

Cerca de 2,5 milhões de pessoas ainda são infectadas por HIV todos os anos, ao mesmo tempo em que as novas drogas têm reduzido a taxa de mortalidade relacionada ao vírus e os soropositivos têm vivido cada vez mais. A conclusão é de um estudo global publicado nesta terça-feira (19) pela revista "The Lancet HIV". O número de novas infecções estacionou nos últimos 10 anos - depois de uma queda drástica após o pico registrado em 1997, quando 3,3 milhões de pessoas foram infectadas. O estudo foi publicado em meio à Conferência Internacional de Aids, que está em curso em Durban, na África do Sul. O relatório fala em um "cenário preocupante de progresso lento na redução de novas infecções por HIV", segundo o autor principal do estudo, Haidong Wang, do Instituto de Métrica e Avaliação (IHME) da Universidade de Washington, em Seattle. A situação pode ser agravada por causa da estagnação dos fundos para programas de HIV e Aids.

Mais de 190 pessoas morreram após tentativa de golpe na Turquia

Sábado | 16.07.2016 | 12h02


(Foto: Reprodução)

O caos instalado na Turquia após a tentativa militar fez dezenas de vítimas durante a noite e as primeiras horas deste sábado. Balanço divulgado pelas forças militares que apoiam o presidente Recep Tayyip Erdogan cita que quase 200 pessoas morreram, sendo 104 acusados de apoiar o golpe, 47 civis, 41 policiais e dois soldados do Exército que não apoiaram o golpe. Mais de 1.500 foram presos e mais de 1.000 ficaram feridos. O conflito entre um grupo de militares que apoia o golpe e forças leais ao governo Erdogan continuou durante toda a madrugada e, apesar de o governo reivindicar vitória sobre os golpistas, há relatos de conflitos no início desta manhã de sábado em algumas áreas, segundo informações da imprensa local. Durante a madrugada, a imprensa turca citou que explosões foram ouvidas no Parlamento turco. O edifício teria sido alvo de bombas. Um porta-voz do grupo militar que apoia o presidente Erdogan informou que alguns soldados que apoiaram o golpe teriam feito alguns comandantes reféns e nem todos teriam sido liberados até o início da manhã deste sábado no horário de Brasília. A tentativa de golpe aconteceu na noite de sexta-feira, quando um grupo de militares fechou duas pontes sobre o Estreito de Bósforo, o braço que liga as águas do Mar Negro e do Mar de Mármara e também separa regiões de Istambul entre o continente europeu e asiático. Após a interrupção do trânsito, tropas saíram às ruas e jatos militares começaram a sobrevoar Ancara. O grupo que liderou o golpe diz que a ação tem como objetivo "garantir a restauração da ordem, democracia direitos humanos e liberdades".

Saiba quem era o homem que jogou um caminhão sobre a multidão na cidade de Nice

Sábado | 16.07.2016 | 10h02


(Foto: Reprodução)

Mohamed Lahouaiej Bouhlel, de 31 anos, foi apontado pela polícia da França como o motorista do caminhão de cabine branca que arrastou por dois mil metros, a uma velocidade de 80 km/h, uma multidão que se reunia na Promenade des Anglais, principal avenida de Nice, durante a celebração do feriado do Dia da Bastilha, em 14 de julho. Com 31 anos de idade, Bouhlel – que foi assassinado pela polícia logo após cometer o massacre – tinha se divorciado da esposa e apresentava instabilidades emocionais, como depressão, de acordo com relatos de pessoas próximas a ele. Nascido na Tunísia, Bouhlel se mudou para a França em 2011 com passaporte francês adquirido graças ao seu matrimônio. Ele tinha três filhos e seus amigos o descreveram como um homem solitário, não muito religioso, que nem tinha completado o Ramadã neste ano (nono mês do calendário muçulmano, considerado sagrado pelo Islã e marcado pelo jejum do nascer ao pôr-do-sol). 

'Não tinha mais vaga nos hospitais', diz brasileiro ferido em atentado na França

Sexta | 15.07.2016 | 10h04


O brasileiro Anderson Happel, que foi ferido pelo caminhão do atentado de Nice; à dir., a perna ensanguentada dele (Foto: Arquivo pessoal/Anderson Happel)

O brasileiro Anderson Happel, que mora em Nice, tomou quatro calmantes e diversos analgésicos para aguentar a dor e o estado de choque nesta noite de quinta-feira (14). Ele é um dos feridos no atentado em que um caminhão atropelou e matou 84 pessoas na cidade francesa durante uma festa na rua. O caos foi tão grande e os hospitais estão tão lotados que Anderson ainda não conseguiu saber o que aconteceu com sua perna, que está toda ensanguentada e dolorida. Só disseram que ele deve ficar sem andar por um mês e pediram para voltar no dia seguinte para fazer raio-X para ver o que precisa ser feito. Ele conta que foi com a irmã ver os fogos da Festa da Bastilha quando viu o caminhão se aproximando devagar. De repente, o veículo aumentou a velocidade e “foi passando por cima de todos os que estavam na frente”. “Empurrei a minha irmã e quando fui tentar correr, o para-choque bateu na minha perna esquerda e caí do outro lado. Todo mundo corria em pânico, chorando", diz. E continua, com a voz trêmula: "Tinha muita criança morta e as mães pedindo a Deus para elas voltarem a viver. Vi muita gente morta, isso me deixou em estado de choque.” Pessoas em volta ajudaram a tirar Anderson do meio da avenida, já que ele estava sendo pisoteado no meio da situação de pânico. Ele ouviu três tiros, até que o caminhão parou. Como o hospital não tinha mais lugar para receber pacientes, Anderson foi transferido para um posto de atendimento emergencial montado na própria avenida onde aconteceu o atentado. “Os corpos dos mortos ainda estavam no chão, porque a prioridade era atender aos feridos”, diz. Natural de Fortaleza, o técnico em enfermagem de 24 anos mora em Nice há cinco anos. Ele disse que os moradores da cidade esperavam que houvesse atentado durante a Eurocopa, que terminou no último domingo (10). “Esse ataque pegou todo mundo de surpresa”, afirma.

Estado Islâmico planejou ataque contra a França para os Jogos Olímpicos

Quarta | 13.07.2016 | 17h02


(Foto: Reprodução)

Um relatório do governo francês divulgado nesta quarta-feira (13) informou que o grupo extremista Estado Islâmico planejou um ataque contra a delegação da França para os Jogos Olímpicos Rio 2016, que será realizado em agosto no Rio de Janeiro. Segundo informações da Agência Brasil, o dado foi passado pelo chefe da Direção de Inteligência Militar (DRM), general Christophe Gomart, durante uma audiência ocorrida no dia 26 de maio na Comissão Parlamentar de Luta contra o Terrorismo, que investiga os atentados de 2015 na França. O relatório só foi divulgado nesta quarta,  no site da Assembleia Nacional. Gomart conversou com o deputado Georges Fenech e afirmou que um membro brasileiro do Estado Islâmico que estaria prestes a "cometer atentados contra a delegação francesa nos Jogos". De acordo com o jornal Liberation, esta parte do diálogo foi incluída inadvertidamente no relatório e só aparece no documento por um erro de transcrição. Tanto o relatório quanto Gomart não fornecem detalhes sobre a identidade do brasileiro ou sua localização. Acredita-se que ele estaria fora do Brasil e pode já estar detido. A Agência Brasileira de Inteligência (Abin) elevou, em abril, o risco de ataque do Estado Islâmico durante as Olimpíadas, sob justificativa de que tem aumentado o número de cidadãos do país que aderiram ao grupo extremista. O ministro da Defesa do governo interino, Raul Jungmann, também afirmou que o EI é uma preocupação.

Mundo: Mulher de 60 anos vence batalha na Justiça para usar óvulos de filha morta e gerar o próprio neto

Domingo | 03.07.2016 | 09h04


Família quer que óvulos sejam fecundados com sêmen de doador nos EUA (Foto: Science Photo Library)

Uma mulher de 60 anos venceu uma batalha judicial no Reino Unido para ter acesso aos óvulos congelados de sua filha morta e, assim, poder dar à luz o próprio neto. Ela havia entrado com recurso contra a decisão do órgão regulador britânico de negar a transferência dos óvulos, armazenados em Londres, para uma clínica dos Estados Unidos, onde seriam fecundados com o sêmen de um doador. Com isso, é possível que se torne a primeira mulher de que se tem notícia no mundo a ficar grávida usando os óvulos de uma filha morta. Sua filha, que morreu cinco anos atrás, teria, segundo relatos, pedido à mãe que gerasse seus bebês. O Tribunal Superior do país havia rejeitado o pedido no ano passado, mas a mãe obteve permissão para recorrer da decisão diante de um painel de três juízes. Órgão responsável pela regulação desse tipo de procedimento no Reino Unido, a Autoridade de Fertilização e Embriologia Humana (HFEA, na sigla em inglês) afirmara em 2014 que o material não poderia ser liberado porque a filha não deixara um documento consentindo com o uso dos óvulos. Ela morreu de câncer de intestino, aos 28 anos. Durante os capítulos mais recentes do processo, os advogados da mãe argumentaram aos juízes que ela queria realizar os desejos da filha ao gestar e criar uma criança gerada a partir dos óvulos congelados.

Nasa anuncia descoberta de 'segunda Lua' ao redor da Terra

Sábado | 25.06.2016 | 09h02


(Foto: Reprodução)

Ainda não foi o segundo sol, mas a Nasa anunciou nesta segunda-feira (20) a descoberta de uma segunda lua na órbita da Terra. Avistada pela primeira vez em 27 de abril deste ano, o corpo celeste é um asteroide com 36,5 metros de diâmetro, dimensão bem menores que a Lua já conhecida e foi batizado de 2016HO3. Por percorrer uma trajetória irregular, a distância dele para a Terra varia entre 38 e 100 vezes a distância da Terra da Lua. O seu movimento de translação ao redor Sol dura 365,93 dias, tempo pouco maior que o necessário para a Terra cumprir o mesmo percurso. Segundo a agência espacial americana, o corpo celeste está na órbita da Terra há quase cem anos e ainda deve permanecer como companhia do nosso planeta por muitos séculos. Veja abaixo vídeo com a trajetória percorrida pela "segunda lua".

Nasa descobre asteroide que acompanhará a órbita da Terra por séculos

Quinta | 23.06.2016 | 20h03


(Foto: Reprodução)

A agência espacial americana, a Nasa, descobriu um pequeno asteroide que orbita o Sol ao mesmo tempo em que circunda a Terra. Ele deverá acompanhar a trajetória de nosso planeta por vários séculos. Batizado como 2016 HO3, o asteroide dá voltas em torno da Terra enquanto percorre sua órbita ao redor do Sol, mas está distante demais para ser considerado um satélite, como a Lua. "Como o 2016 HO3 circunda nosso planeta, mas nunca vai longe demais, já que ele e a Terra orbitam o Sol juntos, nos referimos a esse asteroide como um semissatélite", disse Paul Chodas, gerente do Centro de Estudos de Objetos Próximos da Terra, da Nasa. Segundo o cientista, o asteroide 2003 YN107 seguiu um padrão de órbita similar há dez anos, mas acabou se afastando após algum tempo. "Esse novo asteroide parece estar mais preso à Terra. Nossos cálculos indicam que ele tem se comportado como um semissatélite há quase um século e continuará a nos fazer companhia por vários séculos."

Morre, no México, o intérprete do Professor Girafales, do seriado Chaves

Sexta | 17.06.2016 | 08h06
Autor: Uol Notícias


(Foto: Reprodução)

Morreu, aos 82 anos, o ator Ruben Aguirre, conhecido por ter interpretado o Professor Girafales no seriado "Chaves" . Quem confirmou a morte de Ruben foi Edgar Vivar, intérprete do Senhor Barriga, na manha desta sexta-feira (17). "Meu professor favorito descansa em paz. Hoje meu grande amigo Rubén Aguirre parte deste plano. Sentirei muito sua falta", escreveu Edgar em seu perfil no Twitter. Aguirre tinha diabetes, controlada com medicamentos, além de cálculos na vesícula e problemas de coluna. Com problemas para respirar, o ator foi levado ao hospital de Puerto Vallarta, Jalisco, segundo informou sua filha, Verónica Aguirre, em 14 de maio. Ele ficou 11 dias internado.  "Agora ele se encontra estável. Permanece em casa, sendo medicado com antibiótico. Mas não é nada grave que coloque sua vida em risco", afirmou Verónica no dia 6 deste mês ao jornal argentino "El Clarin". "Os médicos disseram que seu ritmo ficará mais lento e que descansará, mas não demais", falou.

Testemunhas dizem que atirador de Orlando frequentava boate gay

Quarta | 15.06.2016 | 07h04


Omar Mateen, o homem responsável pelo maior ataque a tiros da história recente americana, teria visitado várias vezes a boate gay onde matou 49 pessoas, segundo testemunhas. Chris Callen, um artista que se apresentava na boate Pulse, em Orlando, afirmou ao jornal New York Daily News que Mateen foi ao local do massacre algumas vezes ao longo dos últimos três anos. "Eu o vi algumas vezes na boate Pulse, outras pessoas com quem falei, incluindo um exsegurança do local, viram este cara por lá muitas vezes antes", contou Chris Callen. O artista afirmou ainda que, em determinada ocasião, Mateen teria puxando uma faca contra um outro frequentador depois de este ter feito uma piada religiosa. "Às vezes ele ia para um canto, sentava e bebia sozinho, outras vezes ele ficava tão bêbado que falava alto e ficava agressivo", afirmou outro frequentador da Pulse, Ty Smith, ao jornal Orlando Sentinel. Kevin West, que também frequentava a casa noturna, contou ao jornal Washington Post que viu Mateen entrando na Pulse no começo da madrugada de domingo e acrescentou que já o conhecia através de um aplicativo de encontros chamado Jack'd. "Eu lembro de detalhes. Nunca me esqueço de um rosto", disse West. 

Atirador sorria enquanto matava as pessoas na boate gay, diz jornalista brasileiro

Segunda | 13.06.2016 | 08h04
Autor: Agência Brasil


Em Orlando, na Flórida (EUA), autoridades locais falam à imprensa sobre o atentado em uma boate que deixou 50 mortos e 53 feridos, e foi praticado por norte-americano de origem afegã que acabou morto

O jornalista brasileiro Rodrigo Lins, correspondente do site Só notícia boa nos Estados Unidos, está fazendo a cobertura do massacre na boate Pulse, em Orlando, na Flórida, desde que soube do incidente, na madrugada de hoje (12). Cinquenta pessoas foram mortas e 53 feridas e  “rádios locais estão divulgando a informação de que o atirador estava sorrindo enquanto atirava nas pessoas”, segundo Lins. O jornalista disse que as autoridades norte-americanas especulam que o ataque tenha sido um atentado homofóbico, pois a boate era voltada para o público gay. O assassino, identificado como o norte-americano Omar Mateen, de 29 anos, entrou na boate com um rifle AR-15 e uma arma de pequeno porte e abriu fogo contra cerca de 300 pessoas que estavam no local. Após o ataque, Mateen foi morto a tiros pela polícia, segundo as autoridades norte-americanas.

Adeus ao Mito: Aos 74 anos, morre Muhammad Ali, lenda eternizada na história do boxe

Sábado | 04.06.2016 | 09h03


Três vezes campeão mundial dos pesos-pesados e considerado o maior nome do esporte, ex-boxeador lutava bravamente há três décadas contra o Mal de Parkinson (Foto: Reprodução)

Morre o homem, e fica a lenda. Faleceu no fim da noite desta sexta-feira nos Estados Unidos (já madrugada de sábado no Brasil) Muhammad Ali, considerado por muitos o maior boxeador de todos os tempos.Aos 74 anos, o ex-campeão mundial dos pesos-pesados perdeu para o Mal de Parkinson a luta mais difícil de sua vida, deixando para sempre um vazio no esporte mundial. O falecimento do genial Ali foi confirmado por Bob Gunnell, porta-voz da família – Depois de uma batalha de 32 anos contra a doença de Parkinson, Muhammad Ali faleceu com a idade de 74 anos. O tricampeão mundial dos pesos-pesados morreu esta noite. A família gostaria de agradecer a todos por seus pensamentos, orações e apoio, e pede privacidade neste momento – informou Gunnell. Tão firme como aguentou as pancadas que levou dentro dos ringues sem nunca ter sofrido um nocaute na carreira, Muhammad Ali também suportou por décadas uma doença degenerativa que afeta os neurônios, o Mal de Parkinson. Derrotado pela paralisia apenas aos 74 anos após muitas lutas e vitórias na vida profissional e pessoal, essa lenda do boxe mundial tem seu nome eternamente gravado na história do esporte, seja por suas atitudes exemplares ou pelo seu cartel de campeão, com 57 vitórias, sendo 37 delas por nocaute, e 5 derrotas.

Mundo: Polícia procura docente que engravidou de aluno de 13 anos

Quinta | 02.06.2016 | 09h00


A polícia americana está à procura de uma professora do Texas (EUA), acusada de abuso sexual de um aluno de 13 anos. Alexandria Vera, 24 anos, confessou no tribunal que mantinha um relacionamento sexual com o garoto desde setembro do ano passado e que engravidou dele. A docente explicou aos promotores que deu o número de telefone dela ao menino depois que ele não apareceu para a aula na Stovall Middle School, em Houston, e eles começaram o que ela chama de “relacionamento”, segundo informações da rede de TV “KPRC”. Conforme documentos judiciais, a professora informou que as relações sexuais eram quase diárias. A professora justifica que foi o estudante que propôs que os dois saíssem e ela disse “sim”. Ela levou o aluno para casa onde ele mora, de carro, e eles se beijaram no veículo. No dia seguinte, Alexandria foi até a casa do menino porque os pais dele não estavam. Segundo o relatório, esta foi a primeira vez que ela e o estudante tiveram relações sexuais. As autoridades acreditam que isso foi em setembro de 2015. A professora ainda alega que a família do estudante apoiava o “relacionamento” e que estava animada com a chegada de um novo bebê (ela já é mãe de uma menina), ainda segundo informações da rede de TV “KPRC”. Alexandria teria sofrido um aborto após ter ficado nervosa quando o serviço de proteção à criança foi à escola para questioná-la. “Quando a acusação foi feita, em abril, a professora foi imediatamente retirada da escola e colocada em licença administrativa”, afirmou, em nota, a Aldine ISD, a organização que dirige a escola. Após o julgamento, Alexandria fugiu.

Superbactéria é descoberta nos EUA e preocupa autoridades de saúde

Domingo | 29.05.2016 | 18h03


(Foto: Reprodução)

As autoridades americanas de Saúde informaram nesta quinta-feira (26) que foi descoberta uma bactéria resistente a todo tipo de medicamento e gera preocupação com o efeito cada vez menor dos antibióticos. A bactéria foi detectada em um paciente com infecção urinária, de 49 anos, moradora da Pensilvânia. A bactéria foi resistente a colistina, antibiótico de último recurso. “É um velho antibiótico, mas era o único que restava para o que eu chamo de uma bactéria de pesadelo”, afirmou o diretor dos Centros para o Controle e a Prevenção de Doenças dos Estados Unidos, Thomas Frieden, referindo-se à família de bactérias conhecidas como Enterobactérias Resistentes a Carbapenemasas (ERC). O gene que causa a resistência da bactéria aos antibióticos também foi encontrado na China e na Europa. A aparição nos Estados Unidos “anuncia a emergência de bactérias totalmente resistentes aos medicamentos”, diz o relato sobre essa descoberta, publicado na revista Antimicrobial Agents and Chemotherapy, da Associação Americana de Microbiologia. “Corremos o risco de nos encontrarmos em um mundo pós-antibióticos”, comentou Frieden. O antibiótico de último recurso surgiu em 1959 para tratar de infecções causadas pelas bactérias E. coli, Salmonella e Acinetobacter como pneumonias, ou graves infecções no sangue. Nos anos 1980, deixou de ser usada para o tratamento de seres humanos, devido a sua alta toxicidade para os rins, mas é um remédio de uso corrente na pecuária – especialmente na China. A medicação voltou a ser usada como tratamento de último recurso nos hospitais quando bactérias apresentam resistência a outros antibióticos mais modernos.

Mundo: Cão é picado três vezes por cobra para salvar menina de sete anos

Domingo | 15.05.2016 | 20h00


(Foto: Reprodução)

Quando uma cascavel venenosa apareceu no jardim da casa de uma menina de sete anos, na Flórida, seu pastor alemão a salvou, recusando-se a recuar mesmo sendo picado mais de uma vez. E agora centenas de doadores estão ajudando sua família, rapidamente ultrapassando na sexta (13) a meta de US$ 15 mil de um perfil criado no site GoFundMe para arrecadar dinheiro para o antídoto que manteve o cão vivo. Molly DeLuca estava brincando com seu pastor alemão de dois anos, Haus, quando a cobra apareceu, na quarta. Haus pulou na frente da menina e foi picado três vezes, sofrendo danos em seus rins. Os veterinários agora acreditam em uma recuperação completa. A mãe da menina, Donya DeLuca, diz que sua filha e o cão, que adotaram há dois meses em um abrigo, são inseparáveis. Por isso, ela diz não ter ficado surpresa com ele arriscando sua própria vida para salvar Molly.

Nasa anuncia descoberta recorde de 1.284 planetas fora do sistema solar

Sexta | 13.05.2016 | 07h01


(Foto: Reprodução)

A Nasa anunciou, nesta semana, a descoberta de 1.284 planetas fora do nosso sistema solar, feita pelo telescópio espacial Kepler. Esta foi a maior descoberta de planetas até hoje e o número significa o dobro dos planetas que já confirmados por este telescópio. Do total, cerca de 550 poderiam ser planetas rochosos como a Terra. O observatório espacial Kepler, lançado em 2009, monitorou 150 mil estrelas em busca de sinais de corpos em órbita, particularmente aqueles que poderiam ser capazes de sustentar a vida. A descoberta se baseia em dados colhidos pelo telescópio espacial entre 2009 e 2013, quando monitorava cerca de 150 mil estrelas em um pequeno pedaço de céu entre as constelações Cisne e Lira.