Barra Urgente

Barra Urgente


Resultado da busca pelo arquivo de "06/2016"

Mundo: Polícia procura docente que engravidou de aluno de 13 anos

Quinta | 02.06.2016 | 09h00


A polícia americana está à procura de uma professora do Texas (EUA), acusada de abuso sexual de um aluno de 13 anos. Alexandria Vera, 24 anos, confessou no tribunal que mantinha um relacionamento sexual com o garoto desde setembro do ano passado e que engravidou dele. A docente explicou aos promotores que deu o número de telefone dela ao menino depois que ele não apareceu para a aula na Stovall Middle School, em Houston, e eles começaram o que ela chama de “relacionamento”, segundo informações da rede de TV “KPRC”. Conforme documentos judiciais, a professora informou que as relações sexuais eram quase diárias. A professora justifica que foi o estudante que propôs que os dois saíssem e ela disse “sim”. Ela levou o aluno para casa onde ele mora, de carro, e eles se beijaram no veículo. No dia seguinte, Alexandria foi até a casa do menino porque os pais dele não estavam. Segundo o relatório, esta foi a primeira vez que ela e o estudante tiveram relações sexuais. As autoridades acreditam que isso foi em setembro de 2015. A professora ainda alega que a família do estudante apoiava o “relacionamento” e que estava animada com a chegada de um novo bebê (ela já é mãe de uma menina), ainda segundo informações da rede de TV “KPRC”. Alexandria teria sofrido um aborto após ter ficado nervosa quando o serviço de proteção à criança foi à escola para questioná-la. “Quando a acusação foi feita, em abril, a professora foi imediatamente retirada da escola e colocada em licença administrativa”, afirmou, em nota, a Aldine ISD, a organização que dirige a escola. Após o julgamento, Alexandria fugiu.

Jungmann nega que haja informação sobre plano de ataque terrorista na Olimpíada

Quinta | 02.06.2016 | 08h07


(Foto: Divulgação)

O ministro da Defesa, Raul Jungmann, descartou a existência de qualquer informação sobre um suposto plano de ataque terrorista durante os Jogos Olímpicos de 2016, no Rio de Janeiro, de 5 a 21 de agosto deste ano, que poderia ser realizado pelo Estado Islâmico. Segundo Jungmann, o ministro do Gabinete de Segurança Institucional (GSI) garantiu que não há este tipo de previsão. “Peguntei diretamente ao ministro do GSI, Sérgio Etchegoyen, se ele confirmava isso, e ele negou. Ele disse que não tem essa informação”, revelou Jungmann, após participar da transmissão de cargo da presidência do BNDES, do professor Luciano Coutinho para a economista Maria Sílvia Bastos. A cerimônia foi na sede do banco, no centro do Rio de Janeiro. Jungmann afirmou que este tipo de monitoramento vem sendo feito por órgãos de inteligência das forças brasileiras em parceria com os órgãos de inteligência de diversos países, como Estados Unidos, Inglaterra, França, Israel e Rússia: “No nosso radar não existe nenhuma ameaça. Claro que essa é uma área em que você tem que contar com a imprevisibilidade, mas, até aqui, nós não temos nenhum alerta, nenhum risco de que esteja ocorrendo alguma operação externa, fruto de alguma entidade ou de algum grupo terrorista”. O ministro destacou ainda que ,além do monitoramento prévio, será a primeira vez que os Jogos Olímpicos e Paralímpicos vão dispor de um centro de inteligência com representação de inteligência de aproximadamente 60 países. “Eles vão estar todos aqui. Nós já temos este centro montado, além do Centro Integrado de Comando e controle. Eu vou estar aqui na maior parte das Olimpíadas”, garantiu. 

Educação: Travestis e transexuais que vão fazer o Enem já podem solicitar uso do nome social

Quinta | 02.06.2016 | 07h04


(Foto: Reprodução)

Os candidatos transexuais ou travestis que vão participar do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) e quiserem ser identificado pelo nome social no dia das provas devem fazer a solicitação pela internet a partir de hoje (1º). O prazo vai até o dia 8. No dia do exame, eles deverão ser tratadas pelo nome com o qual se identificam e não pelo que consta no documento de identidade. O uso do nome social deve ser solicitado exclusivamente naPágina do Participante do Enem. O candidato deve enviar formulário específico pelo sistema, acompanhado de foto e documento de identificação. Desde 2014, o Enem recebe o cadastro para o uso do nome social. O número de inscrições subiu de 102, na edição de 2014, para 278 na edição de 2015. Os participantes travestis e transgêneros também têm garantido o direito de usar o banheiro do gênero com o qual se identificam. As provas do Enem serão realizadas nos dias 5 e 6 de novembro. A nota do exame é usada na seleção para vagas em instituições públicas, por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), bolsas na educação superior privada, pelo Programa Universidade para Todos (ProUni), e vagas gratuitas nos cursos técnicos oferecidos, por meio do Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec). O resultado do exame também é requisito para receber o benefício do Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e participar do Programa Ciência sem Fronteiras. Para pessoas maiores de 18 anos, o Enem pode ser usado como certificação do ensino médio. A plataforma Hora do Enem disponibiliza gratuitamente um plano de estudos individual para quem quer se preparar para o exame. O estudante faz um cadastro no qual indica o curso que pretende fazer. O site também permite ao candidato participar de simulados nacionais, além de ter acesso ao Mecflix, portal com mais de 1,2 mil videoaulas. Da Agência Brasil

Pílula do câncer é ineficaz, mostra teste

Quarta | 01.06.2016 | 20h04


(Foto: Reprodução)

A fosfoetanolamina sintética, mais conhecida como "pílula do câncer", teve sua eficácia no combate à doença mais uma vez contestada pelo resultado de um novo estudo do Ministério da Ciência, Tecnologia e Inovação (MCTI), que mostrou que a substância não apresentou atividade em células tumorais em cobaias. Em março deste ano, a substância já tinha sido reprovada em testes in vitro. O composto foi testado em dois tipos de câncer. O carcinossarcoma 256 de Walker foi analisado em ratos e o sarcoma 180, em camundongos. Ambos os grupos continham 45 animais, que receberam doses diárias da substância. Apesar do resultado, Moraes Filho diz que não significa que a fosfoetanolamina sintética não tem atividade contra nenhum tipo de câncer. "Também só poderemos dizer que não tem efeito em humanos quando fizermos testes em pacientes com tumores. Tendo ou não esse efeito (de curar o câncer), é importante que os testes prossigam, pelo clamor público que a substância causou." Segundo o especialista, os primeiros testes com voluntários sadios devem ser feitos a partir de agosto. "Vamos verificar a toxicidade e, só depois, fazer com os portadores de câncer", diz.


 

Surfe e skate podem virar modalidades dos Jogos Olímpicos

Quarta | 01.06.2016 | 19h01


(Foto: Reprodução)

O Comitê Olímpico Internacional (COI) estuda a inclusão do surfe, skate, escalada, caratê e beisebol/softbol, na Olimpíada de Tóquio-2020. Segundo o COI, as modalidades para o surfe e skate tem como objetivo atrair a atenção de um público mais jovem para os Jogos, segundo o jornal 'O Globo'. "Esse é um momento maravilhoso para o nosso esporte. Nossa relação com o COI e a inclusão nos Jogos Olímpicos têm sido uma prioridade estratégica para a ISA por muitos anos e estamos entusiasmados que agora estamos um passo mais próximo de realizar nosso sonho olímpico", afirmou Fernando Aguerre, presidente da International Surfing Association (ISA). O martelo para a decisão final do COI só será batido em agosto, durante a sessão do comitê a ser realizado no Rio de Janeiro.

MP dá 30 dias para governo explicar fraude de R$ 2,5 bilhões no Bolsa Família

Quarta | 01.06.2016 | 18h02


(Foto: Reprodução)

O Ministério Público Federal identificou irregularidades de R$ 2,5 bilhões no Bolsa Família e deu prazo de 30 dias para que a Secretaria Nacional de Renda e Cidadania (Senarc), vinculada ao Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário, informe quais providências serão adotadas. As fraudes foram descobertas pelas Câmaras Criminal e de Combate à Corrupção em pagamentos e perfis dos beneficiários do programa entre 2013 e 2014. De acordo com a Procuradoria-Geral da República, levantamento feito pelo órgão aponta que, somando-se os pagamentos a título de benefícios, o total pago sob suspeitas de irregularidades alcança R$ 2,5 bilhões, abrangendo aproximadamente 1,4 milhão de beneficiários - titulares do benefício e suas famílias. A comunicação à Senarc cobrando providências foi encaminhada em 23 de maio. O diagnóstico, segundo o Ministério Público Federal, é resultado de "ferramenta de inteligência" criada pela Procuradoria. 

Medida provisória permite entrada forçada em imóveis para combate ao Aedes

Quarta | 01.06.2016 | 17h03


(Foto: Reprodução)

O plenário do Senado aprovou hoje (31) medida provisória (MP) que permite a entrada forçada de agentes de combate a endemias a imóveis abandonados para combate do mosquito Aedes aegypti, transmissor dos vírus da dengue, febre chikungunya e Zika. Já aprovada pela Câmara, a matéria segue, agora, para sanção presidencial. Pela proposta, fica autorizada a entrada de autoridades em imóveis públicos e privados considerados foco de mosquitos transmissores das doenças. Quando for necessário, o agente público poderá requerer auxílio à autoridade policial. A medida será aplicada nos casos de imóveis em situação de abandono, na ausência de pessoa que possa permitir o acesso após duas visitas comunicadas dentro do intervalo de dez dias e nos casos de recusa, negativa ou impedimento de acesso do profissional do imóvel. 

Liminar suspende reajuste da conta de água

Quarta | 01.06.2016 | 15h52


(Foto: Reprodução)

A assessoria de comunicação da Agência Reguladora de Saneamento Básico da Bahia (Agersa) informou que até esta terça-feira, 31, a instituição não havia recebido qualquer notificação da Justiça para a suspensão do reajuste da tarifa de água e esgoto pela Embasa, a partir deste mês, e que, por conta disso, o aumento de 9,95% nas contas ainda estaria mantido. A suspensão foi determinada por liminar do juiz Ruy Brito, titular da 6ª Vara da Fazenda Pública, que acatou ação popular movida pelo deputado Pablo Barrozo (DEM) Na ação, o parlamentar  alegou que a Embasa vem aplicando sucessivos reajustes acima da inflação. De acordo com a liminar, a suspensão já começa a vigorar nesta quarta, 1º, sob pena de multa diária no valor de R$ 50 mil. Segundo o parlamentar , o juiz reconheceu ainda que "a Agersa não deu a devida publicidade e nem apresentou as justificativas para o aumento decretado no final de abril, bem como não teria levado em consideração os momentos econômico e político delicados, sobretudo quando se trata de água, insumo vital à vida humana", como frisou a assessoria de comunicação de Pablo Barrozo.

Polícia Federal deflagra Operação Caixa Preta

Quarta | 01.06.2016 | 14h56


(Foto: Reprodução)

A Polícia Federal deflagrou hoje (1/6) a Operação Caixa Preta, com o objetivo de identificar a conduta de integrantes de uma organização voltada à prática de fraudes contra a Caixa Econômica Federal A operação foi desencadeada com o cumprimento de 38 mandados expedidos pela 32ª Vara da Justiça Federal, sendo 15 mandados de prisão temporária e 23 de busca e apreensão. O grupo criminoso é formado por empregados da Caixa Econômica Federal, empresários, contadores e pessoas físicas que figuram como sócios-laranja de empresas de fachada, criadas para a obtenção de empréstimos fraudulentos ou destinatárias dos recursos. As investigações mostram que a organização criminosa agia inicialmente aliciando pessoas para integrar o quadro societário de empresas de fachada. Na sequência, o grupo ocupava-se da elaboração da documentação falsa para instruir os pedidos de empréstimo. As fraudes causaram um prejuízo à Caixa Econômica Federal superior a R$ 50 milhões. Os investigados responderão, na medida de suas participações, pelos crimes de estelionato, falsidade ideológica, uso de documento falso, peculato, corrupções ativa e passiva, crime financeiro, lavagem de dinheiro e organização criminosa. O nome Operação Caixa Preta é alusivo ao trabalho desenvolvido pela auditoria da Caixa Econômica Federal que, por meio do monitoramento e controle da regularidade dos contratos de empréstimos existentes, constatou fraudes em diversas operações de créditos relacionadas à mesma organização.

Pilotar cinquentinha agora só com carteira de habilitação

Quarta | 01.06.2016 | 13h55


(Foto: Reprodução)

Entra em vigor hoje a lei que determina a obrigatoriedade da Carteira Nacional de Habilitação (CNH) para os condutores de motocicletas de 50 cilindradas, popularmente conhecidas como “cinquentinhas”. No entanto, os que pilotam tais motos também podem ter apenas a ACC, ou seja, Autorização para Conduzir Ciclomotores, mas a advogada do Detran-BA Ane Emmer ressalva que a maioria prefere a CNH categoria A, já que o processo para a habilitação é o mesmo da ACC, e abrange a condução de todo tipo de motocicleta. A multa para quem pilotar as “cinquentinhas” sem autorização legal é de R$ 574, além da apreensão do veículo. Porém, e ainda de acordo com a advogada do Detran-BA, em relação ao registro do veículo, a Lei 13.154, de 2015, e que tem como complementações as resoluções 555 e 582 do Conselho Nacional de Trânsito-Contran, estabelece que os veículos fabricados antes de 31 de julho de 2015, data da Lei, têm prazo até 2017 para o registro. Já os fabricados a partir daquela data têm que estar já registrados. Nas auto-escolas, a procura pela habilitação tem sido normal, e maciçamente em busca da CNH, em vez da ACC, pois, segundo o diretor de uma delas, “o custo para o processo de habilitação é o mesmo e a CNH categoria A permite a condução de todo tipo de moto, enquanto a ACC limita-se ao uso das cinquentinhas.”

Sete novos casos de H1N1 são confirmados na Bahia

Quarta | 01.06.2016 | 12h51


(Foto: Reprodução)

Segundo o último Boletim Epidemiológico de Influenza do Ministério da Saúde, divulgado nesta terça-feira (31), o número de mortes relacionadas ao vírus H1N1 no Brasil chegou a 679, 91 mortes a mais do que na semana passada. Na Bahia, sete novos casos foram confirmados, chegando ao número de 84 mortes. E um novo óbito foi confirmado, alcançando o número de 18 mortes por H1N1. Até o dia 23 de maio, 4.153 casos de influenza de todos os tipos no Brasil foram registrados, sendo 3.518 influenza A (H1N1), 50 casos a mais do que o último boletim. O Sudeste concentra o maior número de casos de influenza A H1N1 (1.842), sendo 1.050 no estado de São Paulo.  Outros estados que registraram casos neste ano foram Rio Grande do Sul (456); Paraná (381); Goiás (231); Pará (132); Santa Catarina (117); Rio de Janeiro (108); Distrito Federal (96); Mato Grosso do Sul (121); Bahia (84); Espírito Santo (77); Minas Gerais (73); Pernambuco (42); Ceará (28); Rio Grande do Norte (14); Paraíba (18); Alagoas (17); Mato Grosso (8); Amapá (6); Rondônia (7); Acre (2); Sergipe (3); Amazonas (2); Roraima (1); Maranhão (1), e Piauí (1). Com relação ao número de óbitos, São Paulo foi o que registrou mais, havendo 310, seguido por Rio Grande do Sul (70); Goiás (39); Paraná (42); Rio de Janeiro (34); Santa Catarina (28); Bahia (18); Espírito Santo (20); Minas Gerais (20); Pará (17); Mato Grosso do Sul (19); Pernambuco (12); Distrito Federal (10); Paraíba (9); Ceará (8); Rio Grande do Norte (6); Mato Grosso (5); Amapá (4); Alagoas (5); e Maranhão (1). Segundo o Ministério da Saúde, 45,7 milhões de pessoas já se vacinaram contra a gripe neste ano. O valor representa 91,7% do público-alvo, que é considerado a parcela de maior risco para desenvolver complicações causadas pela doença.

Brasil: Ladrão devolve carro da vítima e deixa bilhete desaforado

Quarta | 01.06.2016 | 11h52


A Policia Civil paranaense se deparou com uma situação inusitada durante a investigação de um caso corriqueiro sobre o roubo de um veículo. Um ladrão de carros, que atuava em São José dos Pinhais, no Paraná, havia furtado, na semana passada, o Fiat Uno de uma família com vários pertences dentro, porém, voltou atrás e, se dizendo comovido, acabou devolvendo o automóvel. O veículo localizado pela Polícia Militar, nesta segunda feira (30/5), estava estacionado com um bilhete no painel que dizia: “Fiquei tão comovido com a tua doença, que decidi devolver isso que você chama de carro… Bom proveito, Deus me fez gigante e não formiga para viver de migalha!”, diz o bilhete. Mesmo pela “boa ação” do ladrão, a polícia acredita que o roubo pode ter outra motivação já que alguns fatores apontam um certo nível de deboche no bilhete, além de não terem encontrado nenhum erro de português, o que se tratando de bandidos não é algo comum de se ver.

Temer ainda dará aval sobre divisão de cargos na Bahia

Quarta | 01.06.2016 | 10h51


(Foto: Reprodução)

O primeiro esboço da lista da distribuição dos cargos federais na Bahia foi divulgado ontem. Como se sabe, os postos foram divididos entre os 15 deputados federais que votaram a favor do impeachment da presidente Dilma Rousseff (PT). Até o momento, apenas o peemedebista Lúcio Vieira Lima ainda não se manifestou sobre com que cargo ficará. A divisão dos órgãos é a seguinte: Paulo Azi e José Carlos Aleluia, ambos do Democratas, vão indicar aliados para os comandos do Incra e da Funasa, respectivamente. Já os deputados Elmar Nascimento, Claudio Cajado e Pastor Luciano Braga, também do DEM, ficarão com a Codevasf de Juazeiro, Dnocs e o Iphan. Os tucanos Antonio Imbassahy e Jutahy Júnior farão indicações para o Sebrae e a Caixa Econômica, nesta ordem. Dono de rede de supermercados, João Gualberto (PSDB) ficou com a Companhia Nacional de Abastecimento (Conab), órgão ligado ao Ministério da Agricultura. Tia Eron e Mário Marinho, ambos do PRB, pleiteiam o Banco do Nordeste e o Dnit. Já Benito Gama (PTB), a Superintendência do Ministério do Trabalho; Erivelton Santana (PSC), a Superintendência do Ministério da Agricultura; Arthur Maia (PPS), a Codevasf de Bom Jesus da Lapa; Uldurico Júnior (PV), o Ibama. Em entrevista à Tribuna, o deputado Lúcio Vieira Lima disse que não foi procurado para fazer sua indicação. “Não me perguntaram, ainda estou esperando me perguntarem. Mas essa lista ainda não está batida, a decisão é de Temer. Tem que ser acordada entre a bancada baiana”, frisou. De acordo com o deputado Benito Gama, que foi incumbido pelo presidente interino Michel Temer (PMDB) para distribuir os cargos, dificilmente a lista sofrerá alguma alteração.  O parlamentar baiano ressaltou, porém, que Temer ainda terá de bater o martelo.  “Não está tudo definido. Temos alguns cargos vagos. E, além disso, todos devem indicar os melhores nomes, não podem fazer jogo de interesses”, pontuou, destacando que conversaria com o peemedebista baiano até a noite de ontem.

Conquista: Trabalhadores mantidos em regime de escravidão são resgatados

Quarta | 01.06.2016 | 09h53
Autor: G1 BA


Trabalhadores estavam alojados em curral, ao lado de cavalos, sem as mínimas condições de higiene (Foto: Divulgação/Polícia Rodoviária Federal)

Cinco trabalhadores rurais que eram mantidos em condições análogas à escravidão em uma fazenda da zona rural do município de Vitória da Conquista, região sudoeste da Bahia, foram resgatados na última segunda-feira (30), por uma força tarefa comandanda pelo Ministério Público do Trabalho (MPT), com o apoio da Polícia Rodoviária Federal (PRF), Comissão Estadual de Erradicação do Trabalho Escravo (COETRAE/SJDHDS) e Ministério do Trabalho e Previdência Social (MTPS).

Senado aprova pena mais rigorosa para os crimes de estupro coletivo

Quarta | 01.06.2016 | 08h59


(Foto: Reprodução)

Senado aprovou nesta terça-feira (31) um projeto de lei que prevê pena mais rigorosa para os crimes de estupro praticados por duas ou mais pessoas. A proposta, além de agravar a punição, tipifica o crime de estupro coletivo que, atualmente, não é previsto no Código Penal brasileiro. O texto ainda precisará ser analisado pela Câmara dos Deputados.Atualmente, o crime de estupro praticado por uma pessoa tem pena prevista de 6 a 10 anos de prisão. Nos casos de estupro de vulnerável, quando o crime é praticado contra uma criança de até 14 anos, a pena prevista é de até 15 anos de reclusão. Pela proposta aprovada, caso o crime seja cometido por duas ou mais pessoas, a pena será aumentada de um terço a dois terços, o que poderia totalizar até 25 anos de prisão, nos casos de estupro de vulneráve

Brasil está entre os 10 países com a maior área irrigada no mundo

Quarta | 01.06.2016 | 08h01


(Foto: Reprodução)

São cerca de 20 mil pivôs centrais irrigando uma área de 1,275 milhão de hectares. Mesmo assim, o País tem potencial para aumentar em cinco vezes as lavouras com essa tecnologia de irrigação. Foi o que mostrou estudo feito pela Embrapa e pela Agência Nacional de Águas (ANA). O relatório publicado nesta semana revela um aumento de 43% no uso de pivôs entre 2006 e 2014. O trabalho identificou uma forte concentração na adoção de pivôs: os 100 maiores munícipios concentram 70% da área total brasileira irrigada. O levantamento foi realizado por meio de imagens de satélite em todo o território nacional. Foram identificados pivôs em 22 unidades da federação, todavia 80% da área irrigada encontra-se em quatro estados: Minas Gerais, Goiás, Bahia e São Paulo. O estudo também registrou uma forte expansão da atividade nos últimos anos em Mato Grosso e Rio Grande do Sul. Responsáveis técnicos pelo estudo, os pesquisadores da Embrapa Milho e Sorgo (MG) Daniel Pereira Guimarães e Elena Charlotte Landau afirmam que, além de auxiliar na gestão do uso da água, gestores públicos poderão ter informações sobre o uso da água na irrigação e até avaliação da safra agrícola. "O cálculo mostra a área irrigada e a localização exata de cada pivô central", ressalta Charlotte Os pesquisadores contam que foi feito cruzamento das bases de dados referentes à agricultura irrigada com as bases de bacias hidrográficas da ANA e de municípios com dados organizados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), mostrando não somente o uso, mas também a disponibilidade dos recursos hídricos. Os maiores polos de irrigação, entre os 16 identificados, encontram-se nas bacias hidrográficas dos rios São Francisco e Paraná, esta última concentra 50% dos pivôs centrais do País. A pesquisadora da Embrapa destaca que em 2014, 92% dos pivôs concentravam-se nos estados de Minas Gerais, São Paulo, Goiás, Bahia, Rio Grande do Sul e Mato Grosso (Tabela 1). A aplicação do mapeamento aprimorou as estimativas de demanda de água, tanto no cálculo quanto espacialização.

Empresas de tecnologia se unem contra discurso de ódio

Quarta | 01.06.2016 | 07h02
Autor: Tribuna da Bahia


(Foto: Reprodução)

As empresas de tecnologia Facebook, Twitter, YouTube, do Google, e Microsoft, bem como a Comissão Europeia, órgão executivo da União Europeia (UE), apresentaram nesta terça-feira (31/5) um novo código de conduta para combater o discurso do ódio em toda as plataformas de mídia social. A UE ampliou os esforços conducentes a este código de conduta após os recentes ataques terroristas em Bruxelas, na Bélgica, e Paris, na França. As empresas de tecnologia terão que encontrar o equilíbrio entre a liberdade de expressão e conteúdo de ódio. Com base no código de conduta, elas terão equipes dedicadas a analisar denúncias em menos de 24h e, caso necessário, removê-las de suas plataformas. As regras valem para os 28 países que são membros da UE. Também terão de informar seus usuários sobre assuntos proibidos e poderão até enviar notificações para isso. Facebook, Twitter e YouTube vão cooperar uns com os outros para compartilhar as melhores práticas. As empresas de tecnologia provavelmente não quer ser responsabilizadas por discursos de ódio e agora estão tomando uma posição firme sobre o tema. Mas esta será uma mudança lenta e constante. O Twitter, por exemplo, já suspendeu 125 mil contas relacionadas com o Estado Islâmico (EI), desde meados de 2015. O grupo extremista tem usado as mídias sociais com sucesso para recrutar integrantes nos últimos anos. O Facebook, por sua vez, concordou em trabalhar com o governo alemão contra o discurso de ódio. "Reconhecemos que espalhar discursos ilegais de ódio não só afeta negativamente os grupos ou indivíduos a que se dirigem como também impacta negativamente aqueles que pedem por liberdade, tolerância, não discriminação em nossa sociedade aberta e tem um efeito de congelamento do discurso democrático nas plataformas online", informa a UE, em comunicado.